Vestibular 2017Novembro AzulAtenção	ESPECIALIZAÇÃO EM:Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica com ênfase em Acompanhamento 
Farmacoterapêutico	ESPECIALIZAÇÃO EM:Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica com ênfase em Acompanhamento 
FarmacoterapêuticoDia do AdministradorVestibular Inverno 2017Quero BolsaFaculdade Dom Bosco

Detalhes da Notícia


Nota Oficial Curso de Direito

(0000-00-00 00:00:00)

    A Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco, na pessoa do Coordenador do Curso de Direito, se manifesta oficialmente sobre a notícia publicada no Site OAB - www.oab.org.br, por não concordar com os critérios quantitativos divulgados na lista das 90 faculdades de Direito que obtiveram aprovação de 0% no último exame da OAB, por se tratar de uma lista questionável, sem demonstração da origem dos dados divulgados, trazendo uma visão distorcida diante da falta de proporcionalidade com relação a dimensão estrutural entre as Instituições constantes na lista, pois nossa Instituição de Ensino Superior foi  fundada recentemente no ano de 2005, e passa pela iminência do processo de reconhecimento do curso no segundo semestre do corrente ano, tendo apenas duas turmas formadas que concluíram o curso , sendo que a primeira turma se formou no ano de 2009, tendo apenas 8 alunos concluintes, e vale ressaltar que desta turma pioneira, registra-se a aprovação de 1 aluno formado em 2009 no referido Exame da Ordem. Soma-se a esta mais uma turma que se formou no ano de 2010, tendo apenas 16 alunos concluintes. Conforme a lista apresentada foram 16 alunos inscritos no Exame, portanto, este número representa apenas 7,4% dos alunos formados e graduandos do curso desde sua fundação. O referencial de 16 alunos apresentados na lista divulgada representa apenas 66% dos alunos formados, ou seja, 1/3 da lista sequer prestou o referido Exame, sendo importante ressaltar que não se trata de requisito obrigatório para graduação do curso. Assim sendo, esta informação publicada traz apenas uma pequena amostragem isolada do último Exame da Ordem onde apenas 2/3 dos alunos formados participaram do certame, portanto, o número de alunos publicado não representa sequer 10% de todo o corpo discente do curso de Direito em toda a sua existência, e desta forma conclui-se que tal parâmetro é absolutamente inócuo para se auferir a qualidade do curso.