TRANSEXUALIDADE E TRAVESTILIDADE NA EDUCAÇÃO FÍSICA ENTRE AVANÇOS E RETROCESSOS

Wallison Vinicius Cardoso, Nathallya Delvair Souza

Resumo


Neste trabalho serão apresentados estudos que apontam a dificuldade de uma travesti e uma transexual conseguir lecionar mesmo tendo a formação para isto, mostrando que elas podem sim ser professoras, desde que tenham a formação correta para lecionar. Elas têm a competência para realizar este trabalho, mas a sociedade não da oportunidades à elas, por preconceito com sua identidade de gênero. O presente estudo consegue mostrar isso, porque foram realizados estudos, através de leitura de outros estudiosos que tiveram uma conclusão sobre esse fato.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.